Digital Storytelling template

by brigide
Last updated 5 years ago

Make a copy Make a copy function allows users to modify and save other users' Glogs.

Discipline:
Resources & Tools
Subject:
Templates
Grade:
6,7,8,9

Toggle fullscreen Print glog
Digital Storytelling template

Consulado

Império

Os triunfos de Bonaparte foram provocados, em parte, pela Revolução Francesa de 1789. Ao contrário dos exércitos aristocráticos do passado, os soldados da nova França eram recrutados do povo às centenas de milhares. Napoleão conseguiu transformar esses soldados em eficientes máquinas de guerra, realizando manobras rápidas e usando armas leves e letais. O resultado foi uma onda de conquistas que só acabou com o fracasso da invasão da Rússia, no inverno de 1812. Sequência de vitorias1. Primeiras vitóriasAnos: 1796-1797Conquista: Com 28 anos, Bonaparte liderou as forças de invasão da Itália, dominada principalmente pelos austríacos. Conseguiu uma série impressionante de vitórias, que forçaram a Áustria a ceder suas terras nos Países Baixos. E o norte da Itália se dividiu em repúblicas pró-França.2. Temporada no egitoAnos: 1798-1801Conquista: A fim de reagir à ameaça dos britânicos, Napoleão resolveu ocupar o Egito para reforçar seu poderio naval. Partiu para Alexandria, onde venceu as forças otomanas. Mas o bloqueio marítimo inglês no Mediterrâneo inviabilizou a ocupação, e os franceses abandonaran o país.3. Itália dominadaAnos: 1800-1802Conquista: Ao saber da situação política instável em Paris, o general foi do Egito à França e tomou o poder. Logo depois, voltou a atacar a Itália. No caminho, venceu a Áustria na Batalha de Marengo. Com isso, na prática, anexou os reinos do norte da península. Nos anos seguintes, ele controlaria toda a Itália.4. A Alemanha se dobraAno: 1806Conquista: Depois da derrota por mar para os ingleses em Trafalgar e da vitória em Austerlitz, Napoleão volta ao ataque por terra. Derrota duas coalizões de monarquias europeias e traz para seu lado uma série de territórios da atual Alemanha.5. No topo do mundoAnos: 1812Conquistas: Dominadas a Itália e a Alemanha, tudo fica muito rápido. O imperador austríaco cede a mão de sua filha a Napoleão. Espanha e Portugal são conquistados em batalhas históricas, como a de La Coruña. Partes da atual Polônia ficam sob controle francês e Dinamarca e Noruega viram estados vassalos.6. A quedaAnos: 1813-1815Conquistas: O poder francês nunca mais seria o mesmo após a invasão desastrada da Rússia. Exilado em 1814, Napoleão ainda retomaria o poder antes da derrota final, em Waterloo, em 1815. Ao fim de sua carreira, o território francês era menor que o de 1789.Nepotismo imperialO imperador deu vários cargos para familiaresVocê conquistou meia Europa e precisa garantir a segurança de seus territórios. O que faz? Dá cargos para parentes, é claro. Nessa política, Napoleão daria inveja a muito político brasileiro. Bonapartes ocuparam vários tronos no começo do século 19. Para ficar entre os irmãos: Luís virou rei da Holanda; José reinou sobre Nápoles e a Espanha; Jerônimo ocupou o trono de Vestfália (hoje parte da Alemanha) e Elisa tornou-se Grã-Duquesa da Toscana (na Itália).

Napoleão nasceu na Córsega, no ano 1769. Ainda muito jovem, com somente dez anos de idade, seu pai o enviou para a França para estudar em uma escola militar. Apesar de todas os desafios que encontrou por lá, sempre sempre se manteve muito determinado. Seu empenho e determinação o fizeram tenente da artilharia do exército francês aos 19 anos. A Revolução Francesa (de 1789 a 1799), foi a oportunidade perfeita para Bonaparte alcançar seu objetivo maior. Tornou-se general aos 27 anos, saindo-se vitorioso em várias batalhas na Itália e Áustria. Sua estratégia era fazer com que seus soldados se considerassem invencíveis. No ano de 1798 ele seguiu em embarcação para o Egito, com o propósito de tirar os britânicos do percurso às Índias. Ele foi muito bem quisto por seus soldados e por grande parte do povo francês. Seu poder foi absoluto após ter sido nomeado cônsul. No ano de 1804, Napoleão finalmente tornou-se imperador. Com total poder nas mãos, ele formulou uma nova forma de governo e também novas leis.Visando atingir e derrotar os ingleses, Bonaparte ordenou um Bloqueio Continental que tinha por objetivo proibir o comércio com a Grã-Bretanha.  No ano de 1812, o general francês atacou à Rússia, porém, ao contrário de seus outros confrontos, este foi um completo fracasso. Após sair de Moscou, o povo alemão decidiu lutar para reconquistar sua liberdade. Após ser derrotado, Napoleão foi obrigado a buscar exílio na ilha de Elba; contudo, fugiu desta região, em 1815, retornando à França com seu exército e iniciando seu governo de Cem Dias na França. Após ser derrotado novamente pelos ingleses na Batalha de Waterloo é enviado para o exílio na ilha de Santa Helena, local de seu falecimento em 5 de maio de 1821.

Bibliografia:

Napoleão bona-parte

Para alcançar tantos feitos, teria que primeiramente superar os problemas que afligiam a indústria e o comércio, reorganizar o destruído setor de transportes e criar um sistema de serviço público eficiente. Por isso, criou o Banco da França, empresa estatal que deveria dar condições para que a burguesia pudesse empreender negócios e organizar o sistema financeiro nacional. Além disso, criou o franco, nova moeda que daria lugar às assignats, anteriormente criadas durante a revolução. Durante o Consulado, promoveu transformações políticas que concentravam amplos poderes nas mãos do Poder Executivo. Nos primeiros anos de 1800, criou uma nova constituição aprovada pelo voto de mais de 3 milhões de franceses. Com isso, o Legislativo foi desmembrado em quatro assembléias distintas que primeiramente criava, depois discutia e a aprovava as leis. Por fim, o Senado teria o dever de garantir o devido cumprimento das novas regulamentações. Esse mesmo Senado também tinha a importante tarefa de escolher três cônsules que, durante uma década, deveriam liderar o Poder Executivo. Apesar de sua aparente divisão, o consulado contava com uma figura de importância maior, o primeiro-cônsul, cargo exercido por Napoleão, que dava o direito de nomear os ministros, publicar leis e indicar membros do funcionalismo público e do Poder Judiciário. Dessa forma, percebemos a tendência hegemônica de Bonaparte nessa nova configuração.

um golpe de Estado derrubou o governo monárquico francês, instaurando a primeira revolução burguesa da história: a Revolução Francesa. Napoleão Bonaparte, líder da Revolução, governou a França em três períodos. O primeiro foi caracterizado como o governo do consulado, em que o poder foi centralizado e controlado por militares. Durante esse período, a alta burguesia consolidou seu poder na França. Essa época também foi marcada por uma severa censura à imprensa e ações de violência contra opositores. No segundo momento, Napoleão realizou um plebiscito para saber qual forma de governo os franceses preferiam. Quase sessenta por cento dos eleitores escolheram a volta da monarquia, e Napoleão como representante. O regime Imperial foi instalado. Tendo Napoleão como imperador, teve início uma expansão territorial, promovida pelo exército francês que foi fortalecido, tornando-se um dos mais poderosos do mundo. Em 1806, em represália a uma derrota para a Inglaterra, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, proibindo todos os países europeus de comercializarem com a Inglaterra. Napoleão havia adotado uma postura ditatorial, fato este que contribuiu para a queda de sua popularidade e um aumento de oposicionistas ao seu governo. A Rússia havia aderido ao Bloqueio Continental, mas, envolvida em uma crise econômica, voltou atrás. Em represália, foi invadida pela França. O poderoso exército francês não contava com o rigoroso inverno russo que culminou em sua derrota. Este fato estimulou outros países europeus a reagirem contra a supremacia francesa. A Inglaterra, a Áustria, a Rússia e a Prússia organizaram um exército único e invadiram a França em 6 de abril de 1814, derrubando Napoleão. Preso, Napoleão conseguiu fugir da prisão. Ao retornar à França, foi saudado pela população com honras de herói. Retomou seu cargo após Luís XVIII (rei francês que assumiu o cargo após a prisão de Napoleão) fugir com a sua família. No poder, Napoleão governou por cem dias, até ser derrotado na Batalha de Waterloo, e ser preso novamente. Napoleão foi exilado na Ilha de Santa Helena, onde permaneceu até a morte.

Cem dias


Comments

    There are no comments for this Glog.